Como Fazer o Salário Durar Mais Tempo

Renomados economistas garantem que a elaboração de uma planilha de gastos mensais é primordial para se organizar melhor seu orçamento doméstico, aproveitando seu salário durante todo o mês, fazendo-o durar mais e saindo do vermelho. Culturalmente, o brasileiro se caracteriza pelo seu comportamento de sempre gastar mais do que recebe, não fazer uma reserva financeira para o futuro e se endividar em uma constante bola de neve.

Sempre sem dinheiro no fim do mês, o orçamento doméstico precisa ser reavaliado, para isso, há algumas dicas bastante importantes: É preciso tomar nota de tudo o que se ganhou e tudo o que foi gasto; para isso, os gastos, ainda que os mais ínfimos, devem ser previamente planejados e anotados. Tudo o que for supérfluo deve ser cortado do orçamento, bem como as promoções semanais do supermercado, por exemplo, devem ser levadas em conta e aproveitadas.

fazer salário durar



Planeje o Orçamento para Não Ficar sem Dinheiro

O mais recomendado, na verdade, é que não se contraia dívidas e que se faça um bom “pé de meia” financeiro que tenha o valor seis vezes multiplicado de seu salário líquido, sempre pensando no futuro, em algum imprevisto ou em alguma aquisição de maior valor.

A economia se inicia dando prioridade aos gastos necessários e regulares, como é o caso das despesas com alimentação, contas de água, luz, telefone, transporte, seguros de saúde, escolas dos filhos, entre outros. Basta listar aquelas contas das quais não se pode desvincular e que têm vencimento fixo todo mês.

Outro procedimento de que se deve fugir é a conta a prazo. Prefira sempre o pagamento à vista sempre que possível, quando não, fique atento aos juros cobrados e à quantidade de prestações escolhidas, desconfie das ofertas de créditos, compare preços e lojas. Negocie sempre, as lojas acabam oferecendo descontos bem generosos. Cuidado com o uso indevido do cartão de crédito, o recomendável é que o valor da fatura mensal não seja superior a 30% do que se ganha.

+ Confira: Cheque Especial – Entenda Como Sair e Quais são os Juros

sem dinheiro

Educação Financeira: Fazendo o Salário render…

Crie soluções alternativas para o seu lazer e sua vida social. Almoce em casa, em vez de ir a restaurantes todos os dias. Deixe o carro na garagem em algumas situações, prefira a bicicleta ou uma boa caminhada, sempre que possível.

Entenda que tudo o que não for gasto fixo ou gasto dispensável, é gasto variável, ou seja, é toda a despesa que se tem com compromissos financeiros esporádicos: a visita ao salão de beleza, a compra da roupa nova, a ida ao clube no fim de semana, entre outros.

+ Leia também: Educação Financeira: Aprenda a Gastar e a Poupar

Desse modo, a planilha de gastos é composta por três itens de despesas: as fixas e obrigatórias, as supérfluas e que serão cortadas e as variáveis, recomenda-se que 25% a 30% do salário líquido mensal deva ser poupado – em um investimento como a poupança, por exemplo -, até 50% em contas fixas e de 20% a 25% em contas variáveis.


Gostou? Compartilhe nas redes sociais :)

Cursos Gratuitos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *