Dicas para Criar uma Startup

Empresas startup podem trazer sucesso e bons lucros, mas é preciso tomar cuidados e seguir algumas dicas.

Uma startup é uma empresa recém-criada (ou em fase de criação). O que a diferencia das demais é que seus proprietários desenvolvem projetos criativos e inovadores – geralmente na área de informática – e permanecem ligados à pesquisa e investigação de novos métodos. O risco do investimento é alto; por outro lado, os custos iniciais são baixos e, com algumas dicas, pode-se criar uma startup de sucesso, com retorno financeiro e crescimento de participação no mercado bastante rápidos.

Como Iniciar sua Startup

startup



Estas empresas fizeram bastante sucesso nos EUA nos anos 1990, no formato “ponto com”: existiam apenas no ambiente virtual. No entanto, formou-se uma bolha na internet, com muitas empresas startup atuando, fazendo negócios e conquistando financiadores. Quando a bolha estourou, houve muitas falências. Mas isto não é motivo para desânimo: basta lembrar que Google e E-Bay ainda seguem este formato, com penetração e faturamento cada vez maiores.

O lucro, no entanto, depende de algumas premissas. A primeira é que o proprietário tenha as características do empreendedor: liderança, carisma, eficiência, persistência, comprometimento com o trabalho (e isto pode significar ter de sacrificar fins de semanas, festas e férias), bom planejamento, capacidade de supervisionar equipes e mediar conflitos e garra – característica que pode ser traduzida pela busca de novas oportunidades sempre relacionadas à ideia inicial, sem perder o foco.

Para criar uma startup de sucesso, é preciso ainda mais: pesquisar o mercado para identificar a concorrência e a real inovação do projeto. É muito importante que uma startup seja escalável, isto é, consiga absorver o aumento rápido das operações, sem comprometer a rentabilidade e a organização.

startup negócio

Startup significa literalmente “iniciar algo novo” e, no caso de uma empresa, que seus produtos e serviços se tornem necessários a diversos segmentos – em outras palavras, que possam despertar interesse e começar a ser consumidos rápida e exponencialmente. É importante que a ideia possa ser aplicada em diversos pontos; portanto, no planejamento, é preciso pensar globalmente.

Em paralelo à nova ideia, é preciso que o empreendedor reúna boas noções de administração, marketing, finanças, além de uma boa assessoria jurídica para a abertura da empresa, sem riscos de multas nem embaraços burocráticos.startup brasil

Arrumando Investidores para sua Startup

Nem sempre o empreendedor (ou grupo) que pretende abrir uma startup reúne os recursos necessários. Talvez tenha parte do capital, mas isto nunca é suficiente para se estabelecer no mercado. A boa notícia é que existem muitos investidores atraídos por negócios com alto potencial de retorno rápido.

É uma espécie de aposta, mas o risco é calculado; ninguém investe em ideias inviáveis, nem nas já existentes. É preciso oferecer inovação, planejamento muito bem organizado e cronograma de atividades factível. Sem isto, ninguém vai convidar o novo empreendedor para a mesa de reunião.

Por onde começar, então? O Angels Club (www.angelsclub.com) é uma plataforma que reúne investidores interessados em aplicar em novas ideias em vários segmentos: tecnologia, projetos sociais, agroindústria e diversas outras áreas. Na verdade, trata-se de uma forma de contato entre investidores e empreendedores.

O projeto deve ser cadastrado no site (é preciso pagar uma taxa de adesão), o inovador tem suas ideias divulgadas para milhares de investidores, além de poder participar de cursos, treinamentos e eventos com a participação dos empresários interessados em investir nas startups e ampliar sua área de atuação.

É importante também ampliar a rede de contatos. O projeto deve ser divulgado em blogs e redes sociais, encaminhado a parceiros potenciais, estabeleça parcerias com sites para apresentar suas ideias, comente artigos sobre o tema específico e o formato startup.

Por fim, é preciso ter muita perseverança. A persistência é a chave do negócio. mesmo que não haja contatos nos primeiros meses, cheque o projeto, identifique pontos fracos, peça a amigos da área para avaliá-lo. Caso surjam críticas, aproveite-as para melhorar as suas ideias.


Gostou? Compartilhe nas redes sociais :)

Cursos Gratuitos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *