Cursos Profissionalizantes Online

Se você é um daqueles que usa a desculpa que não tem mais idade para fazer um curso de aulas presenciais, que não tem tempo, que tem filho para cuidar e “N” desculpas mais, a partir de agora, você poderá fazer uma gama de cursos profissionalizantes online, ou seja, o curso vai até você, estando em sua casa, no trabalho, viajando, em qualquer lugar e em qualquer hora será possível estudar.

Hoje o mercado está em busca de profissionais capacitados e qualificados, dinâmicos e ágeis, por isso, busque agora cursos profissionalizantes online. Você mesmo fará seus horários de estudo e terá total apoio de um professor treinado para solucionar todas suas dúvidas virtualmente.

cursos online

Cursos Profissionalizantes Online

Apesar de esses cursos online terem a dificuldade de não haver trabalhos em equipe, tudo dependerá de você, do seu rendimento, da sua qualidade e do seu raciocínio.

Em alguns casos, como no Brasil, país em que vivemos, muitos profissionais formados através de um curso profissionalizante e não uma graduação são mais procurados pelas empresas porque são treinados não somente para conceitos e teorias, mas, sobretudo, a prática, a “mão na massa”. O mercado está necessitado de mão de obra qualificada, e por isso os cursos online profissionalizantes são uma excelente forma de conseguir um bom emprego de forma rápida e com boa remuneração.

Busque por cursos profissionalizantes online, pois além deles te capacitarem para o mercado de trabalho, você consegue encontrar cursos com preços acessíveis e de qualidade e não pense que são cursos profissionalizantes voltados somente para a área da informática, mas também cursos de idiomas, de design, jornalismo e muitos outros.

Você terá todo conteúdo disponibilizado em um curso presencial, mas de forma online, com conteúdos de textos, vídeos, filmes e exercícios complementares.

+ Acesse: www.cursogratisonline.com.br/cursos-online-com-certificado

Não deixe essa oportunidade de estudar passar. Estude, pois há muitas vantagens num curso como esse, das quais já foram citadas algumas, como preço, qualidade e sem a necessidade de sair de casa. Além disso, a duração é relevante, pois, uma vez que você faz suas tarefas rapidamente, logo, você terminará o seu curso profissionalizante e já poderá se enquadrar no mercado de trabalho especializado.

Lembre-se, um curso profissionalizante online ou não, renova suas informações e um profissional renovado e reciclado é o que tem oportunidades de trabalho hoje, pois aquele filósofo de ontem está cada vez mais se tornando “carta fora do baralho”.

cursos com certificado

Onde Fazer Cursos Online Profissionalizantes?

Hoje em dia, é possível fazer cursos profissionalizantes online praticamente em qualquer área.

Atualmente, “falta de tempo” e “distância” não são mais desculpas para quem quer estudar e se qualificar para o mercado de trabalho: os cursos profissionalizantes online são úteis para quem procurar o primeiro emprego, quer aumentar as chances de ascensão profissional ou procura desenvolver uma nova carreira.

A internet ampliou enormemente as possibilidades: é possível fazer cursos virtuais em qualquer nível, do reforço escolar para o ensino fundamental até a pós-graduação. Os cursos profissionalizantes online apresentam outra vantagem: por se tratar de cursos livres, não exigem a presença dos alunos em nenhum momento, nem mesmo para as avaliações.

Existem alguns cursos profissionalizantes online grátis, mas é preciso avaliar o conteúdo abordado e os serviços oferecidos aos alunos, antes de fazer a matrícula. Em muitos casos, eles oferecem apenas um panorama geral da área, sem se aprofundar, nem trazer os conhecimentos necessários. Em outros, os cursos gratuitos não contam com plantão tira-dúvidas, por exemplo.

+ Leia também: Vale a Pena Fazer Cursos Online com Certificado?

cursos profissionalizantes

Vale a Pena Fazer Cursos Online?

Sim, com toda certeza. Além disto, estes cursos são rápidos, baratos e muitos deles são específicos. Um auxiliar de escritório, por exemplo, pode aprender em apenas um mês, com apenas duas horas de aulas diárias, noções de contabilidade, recursos humanos, marketing, logística e, com isto, ampliar as probabilidades de conquistar uma promoção.

O investimento quase nunca ultrapassa os R$ 100, sem mensalidades nem quaisquer outras taxas. No valor, já estão incluídos os custos com as avaliações e a expedição dos certificados de conclusão.

Escolas virtuais como a Buzzero, Curso Grátis Online (www.cursogratisonline.com.br) e Cursos 24 Horas oferecem cursos profissionalizantes online com videoaulas pré-gravadas. Desta maneira, não é necessário esperar a formação de turmas: uma vez efetivada a matrícula, o aluno já pode dar início aos estudos: em casa, em um telecentros ou uma lan house. Basta ter uma conexão com a internet.

Nestes cursos, os alunos recebem apostilas ilustradas, que podem ser impressas para incrementar o aprendizado nos momentos de folga. Para eliminar dúvidas, as escolas virtuais mantêm tutores especializados para acompanhar o rendimento dos estudantes. Por fim, da mesma forma que em um curso presencial, os alunos são constantemente testados com exercícios complementares.

vantagens de fazer cursos online

Qual Curso Online Escolher?

Algumas escolas oferecem mais de 800 opções de cursos profissionalizantes online. Nestes sites, é possível estudar temas de áreas como administração, comunicação e marketing, contabilidade e economia, direito, estética, idiomas, informática, meio ambiente, nutrição, pedagogia, psicologia, recursos humanos, saúde e turismo.

Quem quer obter qualificação profissional rapidamente pode escolher cursos como adestramento de cães, animação e recreação, avaliação de imóveis, corte e costura, cuidados com idosos, cuidados no berçário, fotografia, operação de caixa, produção de eventos, secretariado escolar, segurança no trabalho, telemarketing, vitrinismo, além de muitas outras opções que permitem obter uma colocação ou mesmo atuar como autônomo.

Qualquer trabalhador ou empreendedor sabe que precisa se atualizar constantemente, sob pena de se tornar obsoleto – e contribuir para aumentar as estatísticas do desemprego. Os cursos profissionalizantes online são uma forma rápida e prática para atingir este objetivo e o destaque pessoal e profissional.

Custos para Abrir um Restaurante: Investimento e Retorno

Quer abrir um restaurante? Planeje cuidadosamente: só 3% destes estabelecimentos sobrevivem por mais de uma década.

De acordo com a ABRASEL (Associação Brasileira de Bares e Restaurantes), de cada 100 restaurantes, 35 não conseguem completar o primeiro ano de atividades e apenas três permanecem abertos depois de dez anos de trabalho. Os motivos principais são a falta de planejamento, de objetivos claros e descontrole orçamentário.

Os custos para abrir um restaurante variam bastante: tudo depende do tipo de estabelecimento desejado: self service, almoço executivo, happy hour, refeições prontas, almoço e jantar, etc. Para o setor, a boa notícia é que cada vez mais brasileiros estão fazendo suas refeições fora de casa: já são 51% da população os que passam longe do fogão.

Quanto Custa Abrir um Restaurante?

abrir um restaurante

O primeiro passo para abrir um restaurante é escolher uma boa região, que pode ser comercial ou residencial (tudo depende do planejamento). É necessário verificar com a prefeitura do município autoriza o funcionamento do estabelecimento na área escolhida. Depois de escolher o local, é preciso solicitar o alvará de funcionamento antes de abrir as portas, verificar a legislação sanitária e trabalhista.

A burocracia é a grande inimiga dos pequenos negócios do país. Para um restaurante iniciar as atividades, é preciso, por exemplo, um responsável técnico pela manipulação dos alimentos. Em restaurantes por quilo, as balanças precisam ser aferidas regularmente pelo INMETRO – Instituo Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia.

Um restaurante pequeno, em uma cidade média ou grande do país, não requer grandes investimentos iniciais: R$ 20 mil ou R$ 25 mil. Em cidades menores, é possível gastar bem menos do que isto, em torno de R$ 10 mil. É possível reduzir os custos, oferecendo um cardápio mais limitado, com poucos itens.

Todo novo empresário visa ao lucro, mas é fundamental ter em mente que o retorno financeiro do investimento dificilmente virá antes de 48 meses de atividades. Neste período, é necessário ter uma reserva para custear as despesas do restaurante e as próprias despesas pessoais.

Confira também:

O que levar em conta antes de abrir um restaurante?

Um restaurante comercial trabalha basicamente no horário de almoço, entre 11h e 14h. É necessário que ele seja facilmente notado por potenciais clientes. O novo empresário tem que se esquecer de folgas ou férias (ao menos nos dois primeiros anos).

A disponibilidade para ir a vários entrepostos comerciais durante os sete dias da semana também é fundamental. É preciso pesquisar os preços para encontrar as melhores condições. Com alimentos de boa qualidade, fica faltando apenas a hospitalidade e bom atendimento. O treinamento adequado do pessoal – garçons, maîtres, cozinheiros, etc. – é imprescindível para o sucesso do empreendimento.

Todo publicitário sabe disto: a propaganda é a alma no negócio. Mesmo para um pequeno restaurante, é necessário divulgar o estabelecimento e as refeições principais e oferecer promoções (como um vale-sobremesa, por exemplo).

Para abrir um restaurante, não basta apenas saber cozinhar: é preciso conhecer a legislação e trabalhar como gestor de uma empresa: carisma, liderança e disposição para o trabalho são fundamentais. Quem é iniciante no ramo pode escolher um sócio com experiência. Também é útil fazer cursos de administração, como os oferecidos pelo SEBRAE – Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas, que podem ser feitos online.

+ Confira: Os Cursos SEBRAE são Bons?

Onde Fazer Cursos Reconhecidos pelo MEC

Matricular-se em uma faculdade sem saber se os cursos são reconhecidos pelo MEC podem causar muitos transtornos.

O Ministério da Educação (MEC) é o órgão responsável pelo credenciamento e autorização de todos os cursos de nível superior do país. Uma instituição de nível superior só pode abrir processos seletivos e aceitar matrículas depois que os processos tramitarem e forem publicados no Diário Oficial da União (DOU).

Da mesma forma que o MEC pode autorizar o funcionamento de cursos, ele pode descadastrar uma faculdade (ou apenas alguns de seus cursos). Isto geralmente ocorre quando a nota média dos alunos que prestaram o ENADE – Exame Nacional de Desempenho de Estudantes fica abaixo de 3,0 (em uma escala que vai até 5,0). Antes de retirar a autorização, as faculdades passam por um período de supervisão, com técnicos do ministério avaliando a proposta metodológica, a qualificação dos professores, o sistema de avaliação adotado, etc.

cursos reconhecidos pelo mec

Onde Fazer Cursos Reconhecidos pelo MEC?

Para encontrar os cursos reconhecidos pelo MEC, os interessados devem acessar o site do INEP – Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira –, subordinado ao ministério. O levantamento do instituto informa o desempenho da faculdade no ENADE e quais cursos ela está autorizada a oferecer. Os endereços são: www.inep.gov.br e www.emec.gov.br.

É importante lembrar que, quando um curso é autorizado, em qualquer instituição de ensino superior, ele ainda é reconhecido somente a título precário; a formalização ocorre somente depois da formação da primeira turma (um período de quatro a seis anos). Neste caso, não está em discussão a qualidade do ensino.

Nas faculdades, os estudantes podem solicitar o catálogo das condições de oferta dos cursos, exigido por uma portaria federal de 1997 e divulgado anualmente. Este material fornece as informações de autorização e posterior reconhecimento dos cursos, suas avaliações e dados sobre taxas de matrículas e mensalidades.

Uma instituição não credenciada pelo MEC, que esteja oferecendo quaisquer cursos de nível superior, está em situação irregular e não pode emitir diplomas. Qualquer atestado que ela venha a emitir não poderá ser registrado no ministério. Os alunos concluintes não podem pedir o registro em sua categoria profissional, nem prestar concursos públicos que exijam nível superior.

mec

Cursos Reconhecidos pelo MEC

+ Confira: Cursos Online são Reconhecidos pelo MEC?

Os cursos de nível superior de todo o país sofrem um processo de avaliação para serem autorizados e reconhecidos. Esta avaliação é desenvolvida por especialistas em educação e tem variáveis de acordo com a sua especificidade. A cada ano, os cursos recebem avaliação CR (regular), CB (bom) e CMB (muito bom).

Os estudantes devem ficar atentos para as avaliações dos cursos obtidas no ENADE e, caso o prazo para pedir o reconhecimento oficial esteja próximo ao final e a instituição ainda não tiver tomado as providência, o fato precisa ser comunicado o quanto antes à Secretaria de Educação Superior. As faculdades podem solicitar a autorização para os cursos quando a primeira turma atinge a metade do período previsto para a formatura. Universidades têm autonomia para abrir novos cursos (com exceção de Medicina, Direito, Psicologia e Odontologia), mas devem informar ao MEC, para posterior supervisão, avaliação e finalmente, o reconhecimento.

Outras informações sobre os cursos de nível superior reconhecidos pelo MEC podem ser obtidas através do telefone 0800-616161, a ligação é gratuita.

Página 1 de 560123456...Última »
Copyright © CURSOS GRATUITOS – CURSOS ONLINE GRATIS. Todos os direitos reservados .
Desenvolvido por Curso Gratis Online...