Profissões e Salários nos EUA – Brasileiros nos Estados Unidos

A terra das oportunidades oferece boas oportunidades. Confira as melhores profissões e salários nos EUA.

“Fazer a América” é uma expressão que significa obter sucesso pessoal e profissional. Os EUA considerado pelo mundo como o berço do capitalismo, se sobressai quando o assunto são oportunidades de emprego e salários altos. Brasileiros que residem nos EUA garantem que as relações pessoais são bem mais frias, especialmente para os “calientes” latinos, mas não se pode negar que as profissões e salários nos EUA são fortes atrativos para imigrantes de todas as partes do mundo.

Vale ressaltar que o país do Tio Sam impõe sérias restrições para a entrada nos EUA e é ainda mais exigente para quem quer trabalhar lá. Entre outras coisas, o empregador precisa comprovar que não há americanos qualificados para exercer a função pleiteada pelo candidato estrangeiro.



Profissões e Salários nos EUA

profissões e salários nos estados unidos

Maiores informações podem ser checadas no site do Centro de Atendimento aos Solicitantes de Visto (CASV). Já um outro site excelente para informações de visto de trabalho e estudo nos EUA é o http://www.vistoamericano.org. Todo conteúdo do site foi redigido em português.

Além disto, antes de preparar passaporte e visto de entrada, no entanto, é importante avaliar outras condições. Há um maior número de vagas para muitas profissões e os salários praticados nos EUA são, sem sombra de dúvida, mais altos do que os encontrados aqui no país. Na contramão, os direitos trabalhistas são bem mais reduzidos do que os brasileiros e o custo de vida, em geral, é muito mais elevado do que em terras tupiniquins.

As profissões com os salários mais altos

Os Estados Unidos são generosos, quando o assunto são profissões e salários atraentes. De acordo com os resultados de pesquisa publicada pela revista “Money Magazine”, os profissionais mais bem pagos são os seguintes:

Médico anestesiologista: é o responsável por manter os pacientes adormecidos durante procedimentos cirúrgicos. O salário médio anual é de US$ 290 mil. Já os salários dos enfermeiros anestesistas ultrapassam os US$ 150 mil;

Cirurgião geral: executa cirurgias do aparelho digestório, da pele e outras, como as intervenções laparoscópicas e ortopédicas. A média anual é de US$ 260 mil, mas há profissionais nos EUA exibindo contracheques de até US$ 410 mil;

Médico emergencista: quem assistiu a algum episódio de “ER” (sala de emergência, em português) em geral se sentiu tentado a atuar em um pronto-socorro, atendendo a casos urgentes e fazendo a triagem dos pacientes. Mas, mesmo sem poder garantir o charme de um George Clooney para os candidatos, os hospitais americanos oferecem salários anuais de US$ 250 mil;

Obstetra/ ginecologista: são profissões que exigem muita disponibilidade e qualificação constante, mas quem é da área diz que os resultados valem a pena. Nos EUA, estes profissionais podem receber até US$ 270 mil;

Médico da família: é um profissional que deveria ser muito como no Brasil, atendendo a comunidades e famílias nas suas necessidades básicas e também nas emergências. Nos EUA, eles são muito respeitados e, claro, ganham altos salários: até US$ 260 mil anuais;

Diretor de gestão de produto: é o responsável por desenvolver e avaliar o desempenho comercial de novos produtos. Como os americanos são campeões em consumo, a profissão está em alta. Os salários ficam na casa dos US$ 200 mil anuais.

profissões e salários nos eua

Profissionais menos qualificados

Nem só para as “estrelas” estão reservadas as melhores profissões e salários nos EUA. Quem pretende deixar o país pode tentar obter um visto de estudante, matricular-se em uma escola de nível médio (a high school) e encarar atribuições mais simples.

Uma realidade dita para nós por brasileiros que moram nos EUA é que tentar vagas de lavador de pratos, babás ou domésticas podem ser conseguidas sim, no entanto a maioria dessas vagas, além de outras para trabalhadores braçais, são preenchidas por imigrantes ilegais, constantemente perseguidos pelas autoridades americanas.

O ideal é tentar uma colocação em livraria, cafeteria/ lanchonete (como atendente) e outras, oferecidas quase sempre nas próprias escolas que aceitam intercambistas. Os EUA praticam o décimo maior salário mínimo do planeta: US$ 7,1 por hora, algo em torno de R$ 17, o que permite uma remuneração equivalente a R$ 4.000.

Dois pontos importantes: como já foi dito, o custo de vida nos EUA ultrapassa em muito o verificado na maioria das cidades brasileiras, no entanto os salários são altos, fazendo com que esse custo com qualidade de vida seja realmente ótimo para os brasileiros acostumados com um salário mínimo pífio. Além disto, pela legislação do país, jornadas de trabalho iguais ou inferiores a sete horas diárias não conferem ao trabalhador os direitos trabalhistas.

Mais Informações sobre Profissões e Salários nos EUA

Quem não quer trabalho que tenha um ambiente de trabalho favorável, agradável e com boas condições e perspectivas de crescimento na carreira? Todos. Pois, esses são os aspectos que devem ser levados em conta na hora de se escolher uma profissão, especialmente se a vaga está lá nos Estados Unidos, tanto que foram esses os pontos observados pelo site Curso Grátis Online ao listar as melhores e as piores profissões em voga nos EUA.

Nessa pesquisa, lidera o rol das melhores profissões, o emprego de atuário, cujo salário médio anual é de 87 mil dólares e tem a projeção de crescimento de 27 por cento, para quem gosta de matemática e de estatística, esta é uma boa oportunidade. Em segundo lugar do ranking, está a profissão de engenheiro biomédico, com salário médio anual de 81,5 mil dólares e com previsão de crescimento de 63 por cento nos próximos anos.

Segundo a pesquisa realizada pelo site, a pior profissão é a de repórter de jornal, pois, a queda de sua projeção é de 6% e isso vem acontecendo há cinco anos e seguirá em baixa até o ano de 2020, além do que, o valor de seu salário médio anual de 36 mil dólares.

Confira também:

Conforme a pesquisa, os repórteres de jornal impresso estão atrás de profissões que necessitam de trabalho braçal, como é o caso dos lenhadores, dos leiteiros, dos carpinteiros e dos lavadores de pratos, por exemplo.

Já de acordo com a lista elaborada pela Money Magazine e pelo site PayScale, entre as vinte profissões mais bem pagas nos EUA, a profissão de anestesiologista está no topo da lista, seu salário médio anual de 290 mil dólares, representando um dos nove profissionais da área de saúde no grupo, em que há também o cirurgião geral, com salário médio anual de 260 mil dólares; os médicos de salas de emergência, ganhando 250 mil dólares por ano; os profissionais obstetras e ginecologistas, cujo salário médio anual corresponde a 210 mil dólares.

A lista segue com os psiquiatras, os médicos da família e os enfermeiros anestesistas. Nas outras áreas do trabalho, destaque para o diretor de gestão de produto; o engenheiro de Software e Diretor de Desenvolvimento; os diretores de vendas, entre outros.


Gostou? Compartilhe nas redes sociais :)

Cursos Gratuitos

Um comentário em “Profissões e Salários nos EUA – Brasileiros nos Estados Unidos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *