Legião Estrangeira – Como Entrar, Informações

Envolta em mistérios e lendas, a Legião Estrangeira recruta mercenários em todo o mundo.

A Legião Estrangeira é um exército composto por soldados de diversas nacionalidades que aceitam lutar por dinheiro: são mercenários, por definição. Estes guerreiros não partem para os campos de batalha para defender seu país, neutralizar um perigo estrangeiro, conquistar novas terras para a sua pátria: o que os move é aumentar o saldo em suas contas bancárias.

Publicidade



O lendário exército ganhou fama na literatura e no cinema, retratado como um grupo de homens espoliados, abandonados por um grande amor, envolvidos em grandes tragédias. Talvez, no início da história, a Legião Estrangeira tenha tido motivações patrióticas, mas atualmente as coisas estão bastante mudadas.

Legião Estrangeira França


Conheça a história da Legião Estrangeira

No século XIX, surgiram na Europa diversos exércitos temporários. O que se tornou mais famoso foi criado pelo rei Luís Felipe, em 1831, na França. Um ano antes, forças liberais haviam deposto Carlos X e as tropas estrangeiras que estavam a serviço do antigo rei. Agora sob o comando do antigo rei, reuniam-se guerreiros das antigas guardas suíças (originadas em 1516) e do Exército Hohenlohe, formado por imigrantes de diversas partes da Europa, especialmente da Prússia.

A ideia central que inspirou a criação da Legião Estrangeira francesa era permitir que um exército de estrangeiros refugiados defendesse os interesses coloniais, especialmente na Argélia, onde foi instalado o primeiro quartel, em Sidi Bel Abbès.

Posteriormente, novos quartéis surgiram em território francês: Langres, Bar-le-Duc e Auxerre, no noroeste do país, próximo a uma fronteira explosiva: a Coroa francesa exigia a anexação da região de Alsácia-Lorena, então controlada pelos prussianos.

Os primeiros alistados da Legião Estrangeira eram criminosos, fugitivos, antigos revolucionários, mendigos e fugitivos de algumas guerras europeias, sem nenhum interesse em defender os interesses do país, mas atraídos pela possibilidade de fazer fortuna. Foi uma forma de livrar a França de “elementos indesejáveis”.

A Legião Estrangeira combateu na Argélia, Espanha, Crimeia e Itália, nem sempre com resultados positivos. O exército era mal treinado, tinha poucas armas e nenhum uniforme. A união era garantida por uma disciplina rígida – uma das características da corporação mantida até hoje, que também combateu nas duas Guerras Mundiais e em muitos confrontos internacionais, como a Guerra do Golfo.

A Legião Estrangeira está ativa hoje em dia?

Muita gente acredita que a Legião Estrangeira é apenas um mito, mas o exército continua ativo até hoje. O contingente é estimado em 7.800 homens, divididos em dez regimentos baseados na França (sede da corporação), Guiana Francesa, Mayotte (ilha do oceano Índico) e Djibuti.

Desde que foi criada, a Legião Francesa adotou a prática de permitir que os soldados se alistem com um nome falso – a chamada “identidade declarada”. Isto permitiu o alistamento de muitos criminosos, mas atualmente o processo de admissão é mais rigoroso, com investigações sobre a vida pregressa dos candidatos a recrutas.

legião estrangeira

Recrutamento e Seleção da Legião Estrangeira

Os interessados em participar da Legião Francesa têm um longo caminho a percorrer. Em primeiro lugar, é preciso viajar para a França (a corporação não alista recrutas em outros países). As despesas de viagem correm por conta do aventureiro.

Na sede da corporação, os candidatos são submetidos a uma bateria de exames físicos e psicológicos bastante severos. Os aprovados são engajados no exército de mercenários e precisam assinar um contrato de cinco anos com a Legião Francesa.

Quanto ganha um soldado da Legião Estrangeira?

O soldo inicial é de mil euros (cerca de R$ 3.400 mensais). Quase todos os valores recebidos são poupados, já que não há tempo para gastar – e quase sempre, não há estabelecimentos comerciais também. A vida de um mercenário é solitária, os treinamentos constantes são estressantes, mas, mesmo assim, a resistência emocional precisa estar em dia.

E no Brasil? Confira:

Código de Honra do Legionário

código de honra dos legionários


Gostou? Compartilhe nas redes sociais :)

Cursos Gratuitos

Um comentário em “Legião Estrangeira – Como Entrar, Informações

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *