Estudar somente para um Concurso ou para vários? Confira as dicas!

Os concursos públicos estão em alta. Eles garantem bons salários iniciais, estabilidade no emprego e melhores condições de aposentadoria para os aprovados. No entanto, muitos “concurseiros” ficam em dúvida se devem estudar para um só concurso ou investir em vários ao mesmo tempo.

Para decidir-se, é preciso verificar o programa do concurso. No caso de haver provas em comum, é possível estudar para concorrer a diversos órgãos ao mesmo tempo, priorizando os conteúdos simultâneos e, com a aproximação da data da prova, priorizar as matérias específicas. Por exemplo, os diversos tribunais do país sempre lançam editais com provas de língua portuguesa, conteúdo lógico (matemática), informática e direito civil.

Estudar somente para um Concurso Público ou para vários?

É possível inscrever-se para o TRE (Tribunal Regional Eleitoral) e o TRT (Tribunal Regional do Trabalho), estudando principalmente o núcleo comum às duas provas e, ao aproximar-se a data do concurso, fixar-se em legislação eleitoral (no caso do TRE) ou trabalhista.



Já para áreas muito diversas, só vale a pena prestar dois concursos simultaneamente se o candidato tiver tempo suficiente para estudar todo o conteúdo exigido. Se for este o caso, estudar matérias distintas pode até ser um benefício, já que permite ao aluno maior variedade nos estudos. Especialistas em educação afirmam que o aprendizado se torna mais fácil quando se alternam os conteúdos.

Os concursos de nível médio exigem principalmente português, matemática e informática. As novas regras de grafia do idioma são muito importantes. Em geral, os conteúdos específicos são cobrados de forma genérica, ao contrário do que ocorre nos concursos que exigem nível superior, onde legislação, códigos, normas e processos precisam ser estudados em todos os pormenores. Neste caso, é melhor focar um só concurso, para garantir o bom êxito.

Concursos Públicos

Estudar sozinho ou inscrever-se num curso preparatório

Mesmo matriculando-se num curso, os candidatos precisam reservar um período diário para estudar em casa. A decisão de estudar sozinho ou em grupo depende de várias circunstâncias. O número de candidatos por vaga pode determinar a necessidade de um curso específico, se a concorrência for muito grande.

Mesmo que não consiga abranger todas as áreas exigidas pelo concurso, um curso dá um panorama geral das disciplinas e traça um roteiro de abordagem das matérias, cujo aprendizado pode ser ampliado em casa, nas horas destinadas ao aprendizado.

+ Já leu esse artigo?: Quais são as vantagens e desvantagens de ser concursado público?

As características de personalidade também são fundamentais: pessoas centradas, com capacidade de organizar-se, dividir os horários entre as diversas matérias, sem problemas de concentração, podem estudar sozinhas. Caso contrário, a sala de aula é o melhor ambiente, uma vez que os professores têm uma série de técnicas para manter a atenção dos alunos.

O raciocínio é o mesmo para optar por um curso presencial ou online. Estudar a distância traz muitas vantagens, como decidir os próprio horários de estudos, mas não é indicado para quem liga o computador e fica navegando por diversos sites, esquecendo-se da aula ou da apostila eletrônica.

Estudar para Concursos Públicos

Estudar apenas não basta

Muitas pessoas transformam a aprovação em um concurso público numa fixação. Passam horas em excesso e esquecem as outras atividades, como a vida social, lazer, exercícios físicos, etc. Isto, no entanto, é um grande erro: o processo de aprendizado necessita da diversidade. Relacionar-se, divertir-se, reservar um tempo para a família e os amigos são ações que reduzem o estresse e facilitam a absorção dos conteúdos exigidos nas provas.

+ Confira também: Como Passar em Concursos Públicos, confira as melhores dicas!

Preparar-se para um ou vários concursos é o objetivo central, mas não é o único. A vida continua e, mesmo que o inter-relacionamento tenha seu ritmo reduzido nesta fase, ele não pode ser negligenciado. Apenas as atividades acessórias devem ser abandonadas ou interrompidas temporariamente.

É preciso manter uma rotina que inclua também boa alimentação, exercícios ou esportes, relacionamento pessoal. Muitas vezes, reservar um tempo para uma sessão de cinema pode ser mais produtivo do que debruçar-se sobre horas a fio sobre apostilas e livros. A mente precisa de atividades lúdicas, que aumentam a qualidade dos estudos.

Além disto, o apoio de familiares é fundamental para o sucesso: eles entenderão que a dedicação, neste período de estudos, não é a mesma daquela observada no dia a dia e darão o suporte psicológico necessário para vencer esta etapa.

Isto não significa, entretanto, que os candidatos possam sair em baladas diariamente, dormir tarde, etc. O foco principal é o concurso e a dedicação é muito importante. Se um amigo faz aniversário, pode-se passar rapidamente na sua casa, cumprimentá-lo e voltar aos estudos.


Gostou? Compartilhe nas redes sociais :)

Cursos Gratuitos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *