DIREITO: Quais Carreiras pode seguir além da Advocacia

É uma das faculdades mais clássicas. Cursando Direito, é possível seguir diversas carreiras.

O primeiro curso de Direito do país nasceu em 1827: a Faculdade de Direito de Olinda, posteriormente transferida para Recife. No mesmo ano, surgiu a Faculdade de Direito de São Paulo, incorporada à Universidade de São Paulo em 1934. O caminho mais óbvio para quem escolher o curso é tornar-se advogado, mas você pode seguir várias carreiras com Direito.

Outras Carreiras que Você pode Seguir com Graduação em Direito

O Direito é a ciência que trata da aplicação das normas jurídicas, para organizar as relações de indivíduos e grupos no contexto social. O principal objetivo deste bacharel é promover a justiça, visando a uma sociedade mais bem organizada.



São boas as perspectivas no mercado de trabalho. Os empregos para os bacharéis em Direito na iniciativa privada oferecem melhores possibilidades de crescimento na carreira, com bons salários no médio prazo. No entanto, exigem muita dedicação dos profissionais. Já os empregos públicos garantem a estabilidade, têm salários iniciais mais elevados e horários bem definidos. No longo prazo, porém, há poucas possibilidades de crescimento profissional.

tipos de direito

Advogado

É uma das carreiras mais comuns. O advogado pode atuar como profissional liberal ou trabalhar em departamentos jurídicos de empresas públicas e privadas. Para exercer a advocacia, além do diploma de bacharel em Direito, é preciso ser aprovado no exame da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB).

Os advogados podem se especializar em diversas áreas: Direito Civil, Administrativo, de Família, Comercial, Ambiental, Penal, Contratual, Tributário, Trabalhista e Previdenciário, de Propriedade Intelectual e, mais recentemente, estão sendo demandados pelos serviços de defesa do consumidor e de regulamentação da informação, especialmente com a popularização da internet.

+ Vale a pena ler também: Curso de Direito – Você Tem Essa Vocação?

Carreira Jurídica

Os juízes são os responsáveis por “dar razão a uma parte”, ou seja, decidir quem tem razão em um pleito qualquer. Podem atuar em diversas áreas: por exemplo, arbitrando o divórcio de um casal, definindo normas para um processo eleitoral ou julgando acusados por crimes (no caso de homicídios, quem decide sobre a culpa é o júri, cabendo ao juiz definir a sentença). São diversas as instâncias, de uma vara específica até o Supremo Tribunal Federal, a máxima corte do país.

De acordo com a legislação brasileira, os bacharéis em Direito que desejarem se tornar juízes devem ser aprovados em concurso público (sempre muito concorrido) e comprovar ter no mínimo três anos de experiência profissional (Emenda Constitucional 45/04). Os juízes dos tribunais regionais eleitorais, regionais federais e regionais do trabalho recebem o título de desembargadores; os integrantes dos tribunais superiores, de ministros.

advogado

Promotoria e Defensoria Pública

Os promotores de justiça atuam como fiscais da lei. Podem entrar em atuação sempre que queiram investigar suspeitas de crimes. O órgão para o qual trabalham é o Ministério Público (também podem ser contratados pela justiça especial: do trabalho, militar e eleitoral).

O caminho da carreira também é o concurso público. Os bacharéis em Direito precisam comprovar a participação mínima em cinco atos privativos de advogados e, uma vez aprovados nas provas escritas e orais, são submetidos a um estágio probatório antes de serem efetivados.

Os defensores públicos são advogados contratados para atuar na defesa dos direitos da população menos favorecidos. A Defensoria Pública em casos cíveis e criminais. Após comprovação do exercício do Direito por dois anos e aprovação em concurso público, estes profissionais também se submetem ao estágio antes de adquirir a estabilidade.

tribunal

Carreira de Delegado

Os delegados de polícia podem atuar na Polícia Civil, Militar e Federal. Também é exigido o diploma em Direito, mas não é necessária a aprovação no exame da OAB. Eles presidem inquéritos policiais, lavram autos de prisão em flagrante, apreendem objetos relacionados a suspeitas de crimes, cumprem mandatos de prisão e de busca e apreensão.

Os delegados precisam ser aprovados em concurso e terem boa avaliação do curso de formação profissional (cuja classificação determina a convocação para tomar posse do cargo). Para se tornar um delegado, é preciso ter carteira nacional de habilitação na categoria “B”.

+ Veja: Quanto Ganha um Delegado de Polícia Civil

Os procuradores de justiça atuam nos municípios, Estados e na união, além de alguns órgãos especiais, representando uma pessoa jurídica de direito público (como órgãos estaduais, autarquias e fundações). No Ministério Público Estadual, os procuradores de justiça atuam nas instâncias superiores.

Os candidatos (bacharéis em Direito aprovados no exame da OAB) precisam passar pelo processo seletivo público e submeter-se à prova de títulos.

Tipos de Direito: Direito Civil, Direito de Família, Direito Penal, Direito Tributário, Direito Ambiental, Direito Internacional Público, Direito Internacional Privado, Direito Constitucional, Direito da Personalidade, Direito Eleitoral, Direito do Consumidor, Direito Administrativo, Direito Processual, Direito Comercial, etc…


Gostou? Compartilhe nas redes sociais :)

Cursos Gratuitos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *