Qual Banco tem a Menor Taxa de Juros para Empréstimo?

Cursos Gratuitos // Educação Financeira, Informações // Qual Banco tem a Menor Taxa de Juros para Empréstimo?



Os juros do cheque especial e dos empréstimos pessoais vêm aumentando. Cuidado na hora de contratar estes serviços.

Desde abril de 2013, quando retomou o aperto monetário com a elevação dos juros básicos da economia (a taxa SELIC), os bancos vêm elevando o custo de seus produtos. A taxa de juros, que estava em 7,25%, foi elevada para 8,5% ao ano. O motivo é o aumento da inflação, considerado perigoso, alto e disseminado pelo Comitê de Política Monetária. Isto é bom para quem possui caderneta de poupança (que passa a ter rendimentos positivos), mas é uma péssima notícia para quem precisa recorrer a empréstimos.

Qual Banco tem a Menor Taxa de Juros para Empréstimo?

Depois de quatro reajustes apenas neste ano, os juros médios do limite do cheque especial passaram a 7,98% ao mês, enquanto a média dos empréstimos pessoais (inclusive na modalidade crédito direto ao consumidor, tomado diretamente no autoatendimento das agências bancárias) subiu para 5,24%. Os dados são da ANEFAC – Associação dos Executivos de Finanças, Administração e Contabilidade.

banco com a menor taxa de juros

Publicidade

Empréstimo Pessoal ou Cheque Especial, qual optar?

No entanto, quem pretende obter recursos financeiros para sanar emergências deve pensar duas vezes. Além da elevação das taxas médias, existe grande variação entre as diversas instituições bancárias. Na Caixa Econômica Federal, por exemplo, a menor taxa dos juros do cheque especial (os percentuais variam de acordo com relacionamento do cliente com o banco) é de 4,27% ao mês (que já é altíssima).

Mas a Fundação PROCON verificou que o Banco Santander pratica a taxa mais alta do mercado: 9,99%. O site do banco informa que os correntistas têm até dez dias sem juros no mês para avançar no limite e, caso o saldo negativo se torne uma bola de neve, pode-se renegociar a dívida com juros de 5% ao mês; nestes casos, os clientes perdem o direito de uso do cheque especial.

empréstimo dinheiro

Para se ter uma ideia da dívida, quem permanece no cheque especial, com saldo negativo de R$ 1.000,00 na Caixa (neste mês de agosto) terá que desembolsar R$ 42,70 para o pagamento de juros. No Santander, a dívida sobe para R$ 99,90.

Nos empréstimos pessoais, a Caixa é também a instituição com as melhores taxas: 3,51% ao mês, contra 6,23% do Bradesco, o mais caro do mercado. Assim, em um empréstimo de R$ 1.500,00 na Caixa, o cliente terá gasto, ao final de um ano, R$ 363,81 com juros; no Bradesco, o valor sobe para R$ 374,14. Os valores são referentes apenas aos juros; os bancos cobram ainda o Imposto sobre Operações Financeiras (IOF) e taxa de análise de crédito.

Vale lembrar: o cheque especial é uma forma de empréstimo e só deve ser usado em último caso. Muitas pessoas usam o limite, o cartão de crédito e mesmo o crédito direto ao consumidor (CDC) como se fossem parte dos rendimentos mensais.



Gostou? Compartilhe nas redes sociais :)

Cursos Gratuitos

Participe você também, Faça um Comentário!

Copyright © CURSOS GRATUITOS | CURSOS ONLINE GRATIS. Todos os direitos reservados .
Desenvolvido por Curso Gratis Online...