Curso de Odontologia: Faculdade, Profissão de Dentista

Ele forma especialistas em tratamentos da boca e da face. Conheça especificidades do curso de Odontologia.

Odontologia é a ciência que pesquisa, avalia e programa tratamentos dos dentes, da boca e dos ossos da face. O bacharel – ou dentista – cuida dos aspectos estéticos e de saúde. Faz parte do seu dia a dia a extração, restauração e limpeza de dentes, projeta e implanta próteses totais e parciais e realiza cirurgias. Os egressos do curso de Odontologia também previnem e curam doenças da bochecha, gengiva e língua.

Uma vez encerrado o curso de Odontologia, é possível fazer diversas especializações, como periodontia (tratamentos da gengiva), odontopediatria (tratamentos para crianças), odontogeriatria (tratamentos para a terceira idade), ortodontia (correção de dentes e ossos maxilares posicionados e forma inadequada), prótese dentária e dentística restauradora (que cuida dos aspectos anatômicos, estéticos e funcionais dos dentes).



odontologia

Curso de Odontologia

O básico de Odontologia é bastante parecido com o curso de Medicina. Os alunos aprendem anatomia e fisiologia humana, bioquímica, morfologia, ao lado de disciplinas das ciências humanas, como ética e antropologia.

Nos anos seguintes, os estudantes cursam as disciplinas específicas da área, como patologias bucais, materiais odontológicos, radiologia, farmacologia odontológica, prótese, saúde pública, estomatologia, cirurgia, odontologia legal, etc.

A duração do curso de Odontologia fica entre oito e dez semestres, e o estagio supervisionado é obrigatório para a obtenção do diploma. Muitas faculdades exigem a apresentação de um trabalho de conclusão de curso.

Melhores faculdades de odontologia:

De acordo com o ENADE – Exame Nacional de Desempenho de Estudantes –, as melhores faculdades do país são: UNIP, Centro Universitário de Volta Redonda (RJ), UFRN, UFRGS, UFSM (Santa Maria, RS), UFC, UEPG (Ponta Grossa, PR), UnB, UFS e UFAM. Vale lembrar que as universidades públicas de São Paulo não participam do ENADE.

Mercado de Trabalho para Dentistas

A maioria dos dentistas desenvolve sua carreira em consultórios particulares – nos primeiros anos de atividades, geralmente dividindo o espaço com colegas, tendo em vista o alto custo dos equipamentos necessários para as diversas intervenções. No entanto, estão surgindo no país diversas redes de clínicas odontológicas, o que permite a atuação com carteira registrada. Diversos órgãos públicos promovem a saúde bucal da população, e este é outro nicho de mercado para os concluintes do curso de Odontologia.

Desde 2009, o Conselho Federal de Odontologia (CFO) incluiu, como práticas complementares às atividades desenvolvidas pelos cirurgiões dentistas, as seguintes técnicas: laserterapia, fitoterapia, acupuntura, homeopatia, hipnose e terapia floral. Para atuar, é preciso o registro profissional em um dos conselhos regionais.

O Brasil apresenta uma grande carência de dentistas. De acordo com o CFO, 220 mil profissionais atuam em todo o país, sendo que um terço deles desenvolve suas atividades no Estado de São Paulo.

Quanto ganha um dentista?

O salário médio inicial fica entre R$ 2.000 e R$ 2.500 mensais. O trabalho em consultórios particulares permite ganhos mais substanciais, mas é preciso estar preparado para a aquisição de equipamentos e uma boa reserva financeira para os primeiros meses de trabalho, já que todas as despesas – água, luz, telefone, etc. – ficam por conta do profissional.

+ Confira também: Quanto ganha um dentista?

No entanto o Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (IPEA) fez um levantamento que apontou que dentistas com cinco anos de carreira recebem na faixa de R$5.500 por mês. Mas isso varia de estado para estado, tipos de público, localização do consultório, se trabalhar de forma autônoma, se o consultório é particular, e etc.


Gostou? Compartilhe nas redes sociais :)

Cursos Gratuitos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *