Jornalismo Esportivo – Curso, Faculdade, Salário

Especialização da comunicação social, o jornalismo esportivo requer muita dedicação.

Profissionais do jornalismo esportivo lidam com as mais variadas informações sobre a prática de esportes amadores e profissionais, os torneios, além de curiosidades e fofocas sobre os atletas. No Brasil, a obrigatoriedade do diploma em comunicação social para exercer o jornalismo foi derrubada recentemente; assim, qualquer pessoa com uma boa formação pode candidatar-se a vagas em todos os segmentos, inclusive o esportivo. Mesmo assim, o número de vagas nos cursos de jornalismo tem aumentado.

Jornalismo Esportivo



Jornalismo Esportivo

No entanto, algumas características podem prejudicar o jornalismo esportivo. A principal delas é a parcialidade: sem neutralidade, o profissional não consegue desenvolver suas atividades. No país, a imensa maioria da população tem preferência por determinado time, de futebol, mas quem permanece na condição de torcedor ao redigir, narrar e ou comentar determinada partida pode provocar irritações entre leitores, espectadores e também com os colegas.

As funções do jornalista esportivo vão muito além dos jogos transmitidos pela TV, rádio e internet. Cabe a ele avaliar as políticas públicas de promoção dos esportes entre a população, acompanhar as atividades das federações estaduais e dos órgãos nacionais (confederações, Comitê Olímpico, etc.), a construção e manutenção (ou a falta dela) de centros esportivos, estádios e ginásios, e também o dia a dia do setor esportivo: treinos, escalações, os bastidores dos vestiários, etc.

Os maiores eventos do jornalismo esportivo – a Copa de Mundo FIFA (2014) e os Jogos Olímpicos (2016) – serão realizados no Brasil e isto deve atrair a atenção de muitos jovens. Mas muitos outros fatos esportivos ocorrem a cada ano no país, que sedia uma das etapas da Fórmula Indy e da Fórmula 1 (em São Paulo), além dos campeonatos estaduais, nacionais e americanos.

Jornalismo Esportivo

+ Quer fazer jornalismo? Leia: Faculdade de Jornalismo – Como é o Curso?

A crônica esportiva é uma forte mais literária do que a simples informação. O texto ganha um tom ficcional ou romântico, o que contribui para aumentar ainda mais a paixão dos torcedores. O primeiro cronista esportivo brasileiro foi o dramaturgo Nelson Rodrigues.

Faculdade de Jornalismo Esportivo

Diversas faculdades públicas e privadas oferecem o curso de jornalismo em todo o país. Em algumas, é possível especializar-se em determinado segmento ainda durante a graduação, que dura oito semestres. Também existem cursos de extensão, especialização e pós-graduação na área.

Em São Paulo, o SENAC (Serviço Nacional do Comércio) oferece um curso livre de jornalismo esportivo, com duração de 40 horas de aulas. É preciso ter mais de 18 anos, ensino médio concluído, ter facilidade de comunicação, boa redação e conhecimento da língua portuguesa. Para maiores informações, consulte o site da instituição: www.sp.senac.com.br.


Gostou? Compartilhe nas redes sociais :)

Cursos Gratuitos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *