Trabalhar como Freelancer – Ganhos, Cursos e Oportunidades

Fazer os próprios horários, não ter chefe, gozar de mais autonomia. Estas são algumas vantagens de trabalhar como freelancer.

Para trabalhar como freelancer, é preciso ter muita disciplina, conhecer profundamente o campo de atuação e saber planejar o cotidiano. Um autônomo pode dimensionar os seus ganhos, sem horários fixos de trabalho, colegas chatos nem chefes impertinentes.

Publicidade



Trabalhar como Freelancer

freelancer

No entanto, é necessário se organizar para não ficar “só mais cinco minutos na cama”, esquecer a TV e, para quem trabalha na internet, passar longe das redes sociais.


Muitos profissionais sonham em trabalhar como freelancer, mas é preciso identificar as oportunidades existentes no mercado e sempre ter um plano “B” para conseguir pagar as contas no final do mês. A chave do sucesso é atuar em uma área que desperte paixão; afinal, o único motivador é o próprio autônomo.

O termo inglês significa “lanceiro livre”. “Freelancer” é uma referência aos cavaleiros medievais mercenários, que ofereciam seus serviços ao senhor feudal que mais bem lhe remunerasse para guerrear ou defender um castelo. A expressão foi usada pela primeira vez pelo escritor Walter Scott, em 1819, em uma passagem de “Ivanhoé”.

trabalhar de freela

Profissões freela

Diversos especialistas consideram que trabalhar como freelancer, em casa, é o futuro das relações trabalhistas. No Brasil, a alta carga tributária que incide sobre a folha de pagamento também “ajuda” as empresas a terceirizar a mão-de-obra. Além disto, um autônomo não consome energia, água, telefone, etc., reduzindo ainda mais os custos.

Web designers, redatores, diretores de arte e outros profissionais do segmento de comunicação, arte, fotografia e tecnologia da informação são os mais beneficiados pelo trabalho como freelancer. É importante fazer um cadastro em alguns sites e ficar atento às oportunidades. Não se recomenda trabalhar apenas com um contratante, que pode repentinamente não ter tarefas para delegar.

+ Confira: Devo escolher uma profissão por afinidade ou por dinheiro?

Outro ponto importante é registrar-se como autônomo (ou microempreendedor individual), para prevenir contra eventuais problemas. Recolhendo o INSS, o freelancer está protegido no caso de doenças ou acidentes e garante o direito à aposentadoria (por mais remota que ela esteja).

freelancer trabalho

Freelancer tem vínculo ou algum direito trabalhista?

Quem quer trabalhar como freelancer deve saber que não terá direito a férias – nem ao menos ao descanso semanal remunerado, direito garantido aos empregados em regime de CLT ou em órgãos públicos. Além disto, em algumas épocas do ano, a oferta de trabalho pode decrescer, provocando quedas mais ou menos sérias nos rendimentos.

O planejamento financeiro, desta forma, é fundamental para o sucesso no empreendimento. O profissional autônomo precisa manter um fundo de reserva para ao menos cobrir as despesas básicas e evitar maiores problemas.

+ Leia: Profissões Autônomas – 10 Profissões, Salário de Autônomo

É importante também cuidar do próprio marketing: para trabalhar como freelancer, é necessário ver e ser visto (mesmo que seja à distância, pela internet). Estabelecer uma ampla rede de contatos, ser desinibido, lidar bem com as incertezas e manter as estratégias são instrumentos que fazem a diferença entre o sucesso e o fracasso.

Um freelancer precisa estar atento aos prazos combinados com o contratante, para evitar atrasos que comprometam seu bom nome no mercado. Quem pretende trabalhar como freelancer, seja em que área for, pode fazer uma experiência por alguns meses, mantendo o trabalho em que é registrado e dedicando algumas horas diárias para o trabalho autônomo.


Gostou? Compartilhe nas redes sociais :)

Cursos Gratuitos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *