FGTS – Consulta, Extrato, Saldo e Informações

Ser um trabalhador registrado, com carteira assinada (CLT) tem muitas vantagens para o profissional, tornando a vida dentro e fora do ambiente de trabalho pouco mais tranquila. Férias, licença médica remunerada são algumas das vantagens de se trabalhar em forma CLT, além de segurança quanto à remuneração e seguranças em caso de quebra de contrato. Dentre eles, um dos grandes benefícios para quem é registrado é o FGTS – Fundo de garantia. O FGTS.

O FGTS serve como renda extra em caso de demissões (que não sejam por justa causa). Além do FGTS, o trabalhador registrado, em caso de demissão, tem direito ao seguro desemprego e uma multa de rescisão.

FGTS



Como é recolhido o dinheiro do FGTS?

Mensalmente, um valor de até 8 % é retirado do valor total do salário do trabalhador, sendo destinado ao FGTS. O valor retirado diretamente do salário do funcionário é depositado mensalmente em uma conta na Caixa Econômica Federal. Assim sendo, se o profissional tem um salário registrado em carteira de 1.000 reais, mensalmente será descontado de seu pagamento o valor de 80 reais (valor total do salário multiplicado por 0,08 ou 8%).

Como verificar o saldo do FGTS?

Para verificar o valor de saldo que você dispõe, basta ter uma conexão com a internet. O serviço fica disponível no site oficial da Caixa Econômica Federal, em uma sessão exclusiva para assuntos relacionados ao Fundo de Garantia. Antes de poder ter acesso às informações, no entanto, é preciso cadastrar sua senha virtual no site. Para isso você irá precisar do número do PIS, nome completo, nome completo da mãe, número do RG, CPF, data de nascimento, município de nascimento e número do título de leitor.

Caso um destes documentos não bata com o registro da Caixa Econômica Federal, não é possível acessar os dados referentes ao FGTS. O PIS é o número pelo qual a empresa cadastra o funcionário na Caixa, você pode solicitá-lo em qualquer agência ou através do cartão cidadão, caso você seja portador de um.

Se os dados forem checados pelo banco sem problemas, logo estarão disponíveis na tela do computador algumas opções referentes ao FGTS, como mudança de endereço, dúvidas para o saque e o Extrato, que pode ser visualizado na tela ou via e-mail. É na opção Extrato que você pode verificar o saldo de sue fundo de garantia.

+ Leia também: Aposentadoria por Tempo de Serviço – Cálculo e Informações

Como sacar o Fundo de Garantia?

Para ter acesso ao valor depositado no FGTS, o trabalhador precisa se encaixar em das seguintes situações: Demissão sem justa causa, compra de casa própria, aposentadoria, doença grave (como câncer), própria ou de esposa e filhos, ou em casos de estágio terminal, Morte do patrão, fechamento da empresa, Término do contrato de trabalho (funcionário temporário), Falta de atividade remunerada em 90 dias ou mais para trabalhador avulso, ter idade de 70 anos ou mais.

Se enquadrando em um dos casos citados, o trabalhador deve ir até a agência da Caixa econômica Federal mais próxima, na qual ele irá receber toda documentação e orientação necessária para dar entrada ao pedido de saque do FGTS.

Cada situação requer uma documentação diferenciada, por isso, consultar uma agência é fundamental para não errar e acabar perdendo tempo. No caso de um funcionário demitido sem justa causa, por exemplo, ele precisa apresentar junto à Caixa a Carteira de Trabalho, RG e o TRCT – Termo de Rescisão de Contrato de Trabalho. Após dar entrada, em até 5 dias úteis o valor está disponível para saque.

Para saber mais, visite o site oficial sobre o Fundo de Garantia – FGTS: www.fgts.gov.br


Gostou? Compartilhe nas redes sociais :)

Cursos Gratuitos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *