A Melhor Forma de Estudar para a OAB – Como Passar

O exame da OAB é fundamental para o exercício da função de advogado. Veja a melhor forma de estudar para o exame da Ordem.

O exame da OAB – Ordem dos Advogados do Brasil – é realizado em duas etapas. A prova objetiva, com 80 testes que abordam 17 áreas mencionadas nos editais: no grupo A, são propostas questões de ética, direito e processo civil, direito e processo do trabalho, direito e processo penal; no grupo B, ficam as questões de direito constitucional, administrativo, empresarial, tributário e direitos humanos; o grupo C aborda direito internacional, Estatuto da Criança e do Adolescente, direito ambiental, direito constitucional e filosofia do direito. Como se vê, é muita matéria para estudar para OAB.

Publicidade



Na segunda etapa, é realizada a prova prático-profissional. Os candidatos a obter a carteirinha da OAB precisam se preparar para desenvolver peças profissionais em defesa de clientes hipotéticos, tais como agravos de instrumento e petições.

É preciso estudar todas as áreas citadas no edital, mas é necessário definir o peso de cada um. Na primeira etapa da prova da OAB, as questões do grupo A representavam mais de 50% do total da prova. O grupo B, pouco mais de 30% e o grupo C, 12,5%. Com estes percentuais, é possível estabelecer um organograma para estudar que resulte em bons resultados.


estudar para oab

Reprovações na OAB

Para prestar o exame da OAB e exercer a carreira, é preciso ser bacharel em Direito (do contrário, o diploma é útil apenas para prestar alguns concursos públicos). No entanto, as faculdades aparentemente não estão realizando um bom trabalho: no último exame unificado, em janeiro de 2015, pouco mais de 70 mil candidatos foram habilitados para a segunda etapa e apenas 30 mil foram aprovados (o que equivale a menos de 45% dos candidatos).

O índice de reprovação no exame da OAB tem sido menor a cada edição. Isto é um sinal mais do que positivo de que os candidatos às faculdades de Direito precisam tomar muito cuidado no momento de escolher a instituição de ensino: de nada adianta optar por uma faculdade “fácil e baratinha”, se o resultado final for apenas um diploma para enfeitar a parede.

Como Estudar para a OAB

Confira também:

Os candidatos recém-formados em Direito sempre reclamam na imensa quantidade de livros a serem enfrentados na preparação para passar no exame da Ordem. A quantidade é grande, com certeza, mas o exercício da profissão de advogado vai exigir esta mesma dedicação durante toda a carreira, por 40 ou 50 anos.oab

Existem formas mais dinâmicas de estudar para o exame da OAB. O Youtube, por exemplo, disponibiliza dezenas de vídeos com as matérias exigidas. Os interessados devem procurar especialmente o Canal do Saber Jurídico (programa da TV Justiça voltado a bacharelandos em Direito), que apresenta muitos exemplos práticos sobre a vivência do Direito.

É possível comprar (ou baixar gratuitamente) audiobooks em diversos sites. Eles podem ser consultados em qualquer local (basta um gravador ou tocador de áudios), o que facilita bastante estudar para a OAB. Outra boa opção é encontrar sinopses, resumos e esquemas, que exigem menos tempo e permitem a revisão do conteúdo já visto.

Por fim, é importante consultar as provas mais recentes dos exames da OAB. Além de cobrir todo o conteúdo, esta prática ajuda os candidatos a identificarem as questões mais exigidas, facilitando o estudo das situações mais comuns nas provas.

Diversificar as formas de estudar para a OAB garante bons resultados. Vale lembrar, ainda, que a segunda etapa do exame é composta por questões expositivas: não é necessário ser um mestre calígrafo, mas ter letra legível ajuda bastante.


Gostou? Compartilhe nas redes sociais :)

Cursos Gratuitos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *