Empregos Temporários – Vagas e Informações

Fim e começo de ano, excelentes épocas para conseguir emprego. Muitas empresas contratam temporários para dar conta do aumento da demanda.

Com a proximidade do fim e começo do ano, o volume de compras aumenta significativamente, determinando a oferta de empregos temporários. No fim do ano, é sempre possível encontrar vagas, especialmente no comércio varejista, mas também na indústria, que precisa aumentar a produção para atender aos pedidos extraordinários. Empresas de telemarketing e agências de turismo também contratam temporariamente.

O emprego temporário é uma ótima opção para quem quer reforçar o caixa para as despesas do começo de ano (pagamento de IPVA, IPTU, matrículas e material escolares, etc.), para quem quer viajar nas férias de verão e também para quem quer se recolocar no mercado de trabalho.



A Associação Brasileira das Empresas de Serviços Terceirizáveis e de Trabalho Temporário (Asserttem) calcula que 140 mil vagas no fim de ano e cerca de 30% delas podem se tornar efetivas. A maior parte se concentra no comércio: vendedores, caixas, estoquistas e supervisores: pouco menos de 100 mil vagas, de acordo com a entidade, mas a indústria oferece salários melhores. A média é de R$ 950 mensais, contra R$ 770 para vendedores.

Empregos Temporários

Empregos Temporários

Quem está desempregado pode usar o tempo livre, antes de dar início a uma atividade temporária, para melhorar seus conhecimentos e habilidades na área a que está pretendendo se candidatar.

Existem muitos cursos presenciais e online, vários deles gratuitos, que podem enriquecer o currículo. Vendedores, por exemplo, podem estudar técnicas de vendas, atendimento ao cliente e marketing pessoal.

Confira a lista de Cursos Online com Certificado aqui!

Transformando temporário em efetivo

Para quem quer tentar obter uma destas vagas visando à efetivação, é preciso estar atento. Em primeiro lugar, deve-se encarar a oportunidade sem considerá-la uma situação temporária. Especialistas em recursos humanos sugerem que os “novos profissionais do mercado” atuem como se estivessem em experiência, período em que a empresa avalia mais profundamente as características do empregado.

É preciso literalmente mostrar serviço. Outras pessoas estão na empresa na mesma condição e demonstrar capacidade para cumprir metas de vendas ou de produção pode ser o diferencial necessário para destacar-se entre os concorrentes. Especialmente na indústria, é preciso observar os prazos: a demanda pelos produtos está aquecida e as linhas de produção trabalham muitas vezes com o máximo de sua capacidade.

+ Leia também: Emprego Temporário: Como ser efetivado

As horas extras, quando forem solicitadas, não devem ser rejeitadas. Quem consegue um emprego temporário deve conscientizar-se de que as folgas serão poucas, as jornadas diárias de trabalho serão longas e a pressão poderá ser forte em muitas situações. Aceitar – e cumprir – tarefas não diretamente relacionadas ao trabalho (como ajudar no estoque e na reposição de produtos nas prateleiras) revela proatividade e capacidade de resolver problemas com agilidade e eficiência.

A aparência é muito importante: apresentar-se limpo, com roupas adequadas e bem passadas, usar o uniforme determinado pela empresa e, na indústria, manter ferramentas e outros utensílios necessários para o trabalho organizados, além do uso de equipamentos de segurança, são fundamentais para continuar trabalhando em janeiro.

Ser educado com clientes, chefes, colegas e eventuais subordinados contam pontos. Trabalhar em equipe, auxiliar nas pequenas e grandes eventualidades do dia a dia. Atender às solicitações dos superiores prontamente também aumenta a avaliação positiva do empregado.

+ Super dica do CursoGratisOnline: Curso de Promotor de Vendas – Vagas, Salário e Informações

Como em praticamente todos os empregos, pontualidade e assiduidade são fundamentais. Cumprir os horários de entrada e intervalos demonstra seriedade. Em algumas cidades brasileiras, é proibido fumar em ambientes fechados. Um candidato fumante já é preterido por outro não fumante com as mesmas habilidades; se decidir sair do posto de trabalho a cada hora para fumar certamente não terá chances de efetivação. Talvez seja o momento ideal para abandonar o vício.

Empregos Temporários

Empregos Temporários sem Experiência

A Asserttem projeta que, para 30% dos contratados para empregos temporários de fim de ano, será a primeira experiência profissional. Portanto, são empregados sem prática, que têm reduzidas as chances de serem efetivados.

Isto não deve causar desestímulo. Se o profissional gostou da área em que atuou, pode se especializar, aprofundando os conhecimentos teóricos, para ampliar suas chances de se candidatar com êxito, na mesma empresa ou em outras do ramo.

A Legislação: Conheça seus direitos no emprego temporário

O empregado temporário é protegido pelas leis brasileiras e tem direitos adquiridos assim que assina o contrato de trabalho, que não pode ultrapassar um período de três meses, a não ser em casos específicos autorizados pelo Ministério do Trabalho e Emprego.

A jornada de trabalho é de oito horas diárias e a prorrogação, por lei, só pode alcançar 20% (cláusula pouco respeitada, mesmo entre efetivos). O trabalhador temporário tem direito a folga semanal remunerada, adicional noturno, gratificação de Natal, benefícios da previdência, FGTS e seguro de acidentes.

Se o empregado pedir demissão, ele só terá direito a férias e 13º salário proporcionais, conforme determina a CLT. Em caso de demissão pelo empregados, não há legislação específica sobre o pagamento do seguro desemprego.


Gostou? Compartilhe nas redes sociais :)

Cursos Gratuitos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *