Empreendedorismo Social: Exemplos e Conceito

Relacionam-se ao termo empreendedorismo social, todas as atividades realizadas pelo profissional empreendedor social, ou seja, o perfil desse indivíduo se caracteriza por sua capacidade e facilidade em identificar e solucionar diversos tipos de problemas sociais, a partir da utilização de métodos, técnicas e procedimentos da ordem do empreendedorismo de alta eficácia e aplicabilidade. Esse profissional não é um mero empreendedor, no sentido de operar em favor da otimização e da maximização das resultantes sociais como seu foco principal, em vez de visar à mera lucratividade ou se voltar exclusivamente para o viés financeiro em suas atividades.

Conceito do Empreendedorismo Social

empreendedorismo social

A partir de uma perspectiva mais abrangente, o empreendedorismo social está direcionado aos avanços nas causas sociais e também ambientais, desde que não voltado necessariamente para os fins lucrativos. Desse modo, as atividades que o empreendedorismo social abarca podem ser muitas e das mais diferentes profundidades, setores ou segmentos. Embasada na troca de confiança, amizade e respeito, as relações entre as pessoas de uma sociedade, são assim encaradas pelos empreendedores que ali atuam em prol da realização de programas empenhados no desenvolvimento sustentável e consciente de diversas comunidades, ao mesmo tempo em que se atua na ampliação da participação da sociedade no segmento político em sua região.



O profissional do empreendedorismo social é munido de técnicas de gestão, de lida sustentável dos recursos naturais disponíveis na comunidade, de métodos de inovações criativas e produtivas, sempre em favor do aperfeiçoamento das condições de vida da sociedade, de modo que todos os envolvidos, direta ou indiretamente, sejam beneficiados pelas práticas sociais e empreendedoras dessas ações.

empreendedorismo social

Exemplos de Empresas Sociais

Entende-se por empresas sociais, como sendo estabelecimentos diferentes das Organizações não governamentais ou empresas tradicionais, como aquelas que recorrem a mecanismos próprios do mercado em voga para atuar na resolução de problemas sociais de todas as ordens. Assim, a função dessas empresas é oferecer a população excluída socialmente, ou que em menor ou maior grau é atingida por essa realidade, produtos e serviços de qualidade que até então, ou por vias tradicionais, ela não teria acesso. Metas como a inclusão social, a geração de renda justa e de qualidade de vida para os menos favorecidos andam lado a lado com os objetivos dos projetos empenhados por empresas e empreendedores dessa natureza.

Em meio ao crescente processo de capitalismo e superestimação do capital financeiro pelo mundo, fato é que o empreendedorismo social tem se proliferado também em meio a essa realidade de exclusão dos mais pobres e menos detentores de dinheiro. Pautados em um comportamento que é ao mesmo tempo empreendedor e ao mesmo tempo sustentável, o empreendedorismo social é uma tendência atualmente, um novo modelo de negócio cada vez mais visado em todos os setores.


Gostou? Compartilhe nas redes sociais :)

Cursos Gratuitos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *