Dicas para Gastar MENOS no Supermercado

O supermercado é um grande parque de diversões para consumidores. Mas é possível gastar menos seguindo algumas dicas.

Antigamente, os clientes de empórios e mercados eram atendidos em balcões: informavam o que precisavam o atendente buscava os itens, muitos dos quais nem sequer ficavam expostos. Nos anos 1950, chegou ao Brasil o conceito de supermercado, que se limitava a baratear o custo operacional, já que unia várias lojas – quitanda, armazém, açougue, padaria, etc. – num mesmo local, reduzindo a mão de obra.

gastar menos no supermercado



Mas logo os empresários descobriram que se tratava de um excelente negócio: produtos estrategicamente posicionados são comprados por consumidores que nem precisam deles, mas não resistiram à embalagem e à exposição. É preciso estar atento para gastar menos no supermercado.

A primeira dica é aproveitar as promoções e ofertas. A maioria dos supermercados oferece dias especiais: terça-feira dos hortifrutigranjeiros, quinta-feira da carne, etc. Outros veiculam encartes nos jornais, baixando o preço de alguns produtos. Para garantir a economia, é preciso ir diretamente para o departamento em promoção e, dali, diretamente para o caixa, driblando as “armadilhas”: especialistas em merchandising expõem produtos atraentes no caminho, como biscoitos, balas, revistas, etc. No caixa, dezenas de produtos “essenciais” estão ali, ao lado da fila, esperando para serem levados para casa.

Os preços dos produtos de marca própria dos supermercados costumam ser mais baixos e as redes não associam seu nome a itens de má qualidade. De qualquer forma, consulte, na rotulagem, informações sobre o fabricante, que normalmente mantém várias outras marcas no mercado.

Aceite todos os cartões de desconto que os supermercados oferecerem. Caso sejam cartões de crédito, tenha sempre o cuidado de liquidar a fatura semanal, sem entrar no crédito rotativo. Itens perecíveis de consumo doméstico nunca devem ser parcelados: no mês seguinte, será necessário adquiri-los novamente e isto pode se tornar uma bola de neve sem controle.

gastar menos no supermercado

Antes de sair para as compras, faça uma lista do necessário. Para não esquecer nada, nem os supérfluos, afixe um bloco na geladeira e vá anotando os itens que faltam na cozinha, banheiro e lavanderia. No supermercado, resista e compre apenas o que está na lista. Sempre saia de casa com o estômago cheio: a fome pode determinar compras desnecessárias.

Compare preços. Normalmente, os produtos que estão ao nível dos olhos de uma pessoa mediana são mais caros. É nesta prateleira, também, que são colocados os lançamentos. Nunca compre, porém, itens com preços muito abaixo da média: é sinal de que a qualidade não é boa. Se, na média, os detergentes custam R$ 1,00, comprar um produto por R$ 0,50: pode ser necessário usar mais que o dobro da quantia na lavagem, tornando-o mais caro.

Nunca leve crianças para fazer o supermercado. Se for inevitável, sente-as no carrinho, para evitar distrações. Pode observar: os doces e guloseimas estão sempre à mão delas.

Substitua produtos muito caros. Especialmente no caso de frutas e legumes, a sazonalidade determina fortes aumentos em determinadas épocas do ano, quando a produção cai, prejudicada por problemas climáticos. Estipule um valor máximo para as compras, para manter o equilíbrio do orçamento familiar.


Gostou? Compartilhe nas redes sociais :)

Cursos Gratuitos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *