Curso de Orçamento de Obras

O mercado da construção civil está aquecido e fazer um curso de orçamento de obras pode fazer a diferença no currículo.

O Brasil precisa de R$ 3 trilhões para construir 22 milhões de moradias nos próximos dez anos e, assim, zerar o déficit habitacional (estimativa da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo). Além disto, as cidades brasileiras devem investir muito dinheiro em obras de urbanização, mobilidade urbana e infraestrutura e a construção civil vem sendo muito exigida, em funções das construções para a Copa do Mundo, as Olimpíadas (no Rio de Janeiro) e a provável realização da Exposição Mundial (em São Paulo). Por todas estas razões, investir em um curso de orçamento de obras pode abrir muitas portas no mercado de trabalho.

Curso de Orçamento de Obras

orçamento de obras



O curso de orçamento de obras é indicado para todos os profissionais envolvidos na construção civil: engenheiros, arquitetos, técnicos em edificações, mestres de obras, pedreiros, etc. Como a maioria destes cursos trabalha com planilhas eletrônicas nas aulas, o conhecimento básico do software Excel, da Microsoft, também é importante.

Estes cursos são livres e, portanto, cada escola define carga horária, metodologia, didática e formas de avaliação. Um curso de orçamento de obras pode ser ministrado presencialmente ou online.

O objetivo do curso é permitir que o estudante faça o orçamento da obra com eficiência e precisão, evitando “surpresas” para o contratante ou prejuízo para o profissional ou para a empresa em que trabalha. Como ele é indicado para pessoas com diferentes níveis de escolaridade, é preciso verificar, antes da matrícula, o público alvo a quem o curso se destina.

A área de especialização do profissional também define a escolha: existem cursos de orçamento de obras para abastecimento, decoração, edificações, eletrificação, estruturas, instalações, hidráulica, montagens, pavimentação, pontes e viadutos, portos e aeroportos, reformas, saneamento, terraplenagem e vias e rodovias.

Em geral, estes cursos abordam o preço global da obra, os prazos de produção (e formas de cumpri-los, já que a manutenção de pessoal por mais tempo do que o planejado resulta em prejuízo e insatisfação), composição do custo dos serviços, cálculo do salário (com os encargos trabalhistas) e das despesas com equipamentos e matéria prima (inclusive os custos de transportes) e o cronograma físico-financeiro da obra.

No caso de obras de terraplenagem, os alunos aprendem a fazer o dimensionamento das equipes mecânicas, a calcular o preço das horas de máquinas e equipamentos terceirizados, a produção horária necessária para a manutenção do cronograma e as fórmulas de momentos de transportes, um cálculo estrutural para definir despesas quase sempre desconsideradas, como o caminhão extra ou o trator não previsto.

Os interessados devem verificar se o programa do curso de orçamento de obras inclui exemplos práticos para a construção de residências, acessos rodoviários, saneamento e locação de máquinas, de acordo com a demanda de sua rotina profissional.

É importante pesquisar bastante, para encontrar o curso ideal para as necessidades específicas da construção civil.


Gostou? Compartilhe nas redes sociais :)

Cursos Gratuitos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *