Curso de Direito – Você Tem Essa Vocação?

Uma das mais tradicionais carreiras universitárias, o curso de Direito atrai muitos candidatos ano a ano.

O curso de Direito foi uma das primeiras graduações implantadas no Brasil. Em 11 de agosto de 1827, pouco depois da proclamação da independência, foram criados simultaneamente, em Olinda (PE) e São Paulo, cursos de ciências jurídicas e sociais. Até hoje, a carreira está entre as mais concorridas nos principais vestibulares do país.

O curso de Direito forma profissionais encarregados por estudar, analisar e aplicar as leis incluídas na Constituição e nas legislações complementares. Exige muita capacidade de concentração, de interpretação de textos e seu currículo engloba disciplinas como sociologia, psicologia e ciência política, além dos vários ramos da profissão: direito civil, penal, comercial, trabalhista, administrativo, internacional, eleitoral, etc.



Faculdade de Direito

direito

A duração do curso de Direito varia entre quatro e cinco anos. No final do curso, são introduzidas matérias práticas, como simulações de júris e negociações nas mais diversas áreas. Em geral, para a conclusão, é exigida a apresentação de uma monografia. O estágio supervisionado é obrigatório para a graduação.

O Brasil é o país com o maior número de cursos de Direito. De acordo com o censo do Ministério da Educação (MEC), existem 11.000 cursos, em que estão matriculados mais de 600 mil alunos. O número pode parecer expressivo, mas ele está relacionado a ensino de baixa qualidade.

Boa parte destas faculdades teve que reduzir a oferta de vagas, em função dos maus resultados obtidos na prova da OAB – Ordem dos Advogados do Brasil. Nas últimas edições, menos de 10% dos candidatos lograram êxito na primeira tentativa. Para atuar como advogado, é necessário que os bacharéis de Direito se submetam ao exame da Ordem, que aborda todas as áreas da profissão e é realizado em duas fases; na segunda, a avaliação é feita frente a uma banca de examinadores.

A Carreira do Direito

Advogado é um termo que vem do latim “ad vocatus”: literalmente, “aquele que defende”. A definição é bastante adequada para a profissão, já que o advogado atua em quase todas as áreas que necessitem de intervenção entre relacionamentos pessoais, profissionais, etc. As áreas variam desde a defesa de um acusado por crime até a mediação de um acordo (ou dissídio) internacional.

Os concluintes do curso de Direito também podem atuar como delegados de polícia, defensoria, magistratura e ministério público. Todas estas carreiras, porém, necessitam de aprovação em concursos públicos, em geral bastante concorridos.

+ Sobre carreiras, confira: Os 10 Melhores e Piores Empregos no Brasil em 2014

É possível ainda montar seu próprio escritório de advocacia (ou associar-se a uma banca já existente), captando clientes de acordo com a área de atuação (cível, criminal, de família, etc.). Apesar de haver muitos “chicaneiros” – profissionais que se aproveitam de brechas da lei para postergar indefinidamente alguns processos para livrar seus clientes de multas e da prisão, o profissional ideal é aquele que tem senso de justiça. Promover a aplicação das leis é, também, uma questão de cidadania.


Gostou? Compartilhe nas redes sociais :)

Cursos Gratuitos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *