Curso de Brigadista: O que é, o que faz, quanto ganha?

Ele capacita profissionais para prevenir e combater situações de emergência. Veja as características do curso de brigadistas.

O curso de brigadistas – mais propriamente, curso de formação de brigadas de incêndio – tem como objetivo fornecer noções utilização adequada de equipamentos (como extintores e hidrantes) e também de prevenção, isolamento e extinção de pequenos focos de incêndio (as tragédias de maior porte ficam a cargo do Corpo de Bombeiros), abandono da área, técnicas de primeiros socorros e adequação das empresas às normas legais.

Para fazer o curso de brigadistas, é preciso ter idade mínima de 18 anos, ensino fundamental e gozar de boas condições físicas e psicológicas para exercer a função. Frequência e aproveitamento no curso são pré-condições para a obtenção do certificado de conclusão.



profissão brigadista

Profissão Brigadista: O que é? O que faz?

Ao procurar uma escola para fazer o curso de brigadistas, é preciso realizar uma pesquisa sobre a qualificação dos professores e monitores. Egressos do Corpo de Bombeiros, das PMs, das Forças Armadas e de quadros de segurança no trabalho são exemplos de bons instrutores. Todos eles precisam ter formação em higiene, segurança e medicina do trabalho.

Para atuar em edificações em alto risco, é preciso o diploma em engenharia da segurança, com especialização mínima de 100 horas em primeiros socorros e de 400 horas em prevenção e combate a incêndios. Militares do Corpo de Bombeiros, das Forças Armadas e policiais militares precisam concluir o curso, com especialização em emergências médicas (mínimo de 40 horas) e prevenção e combate (mínimo de 60 horas).

Estão habilitados a frequentar o curso de brigadistas, além das categorias já citadas: técnicos em segurança do trabalho, engenheiros e responsáveis pela segurança no trabalho e segurança patrimonial e funcionários escolhidos que irão compor a brigada de incêndio das corporações.

curso de brigadista

Curso de Brigadista

No curso de brigadistas, os alunos recebem aulas sobre teoria do fogo (combustão, seus elementos e as reações em cadeia), propagação do fogo, classes de incêndio, prevenção, métodos de extinção e agentes extintores, equipamentos de detecção, alarme e comunicações, análise das vítimas, reanimação cardiorrespiratória, estado de choque, fraturas, ferimentos, queimaduras, outras emergências clínicas e transporte de vítimas.

Além da parte teórica, os alunos do curso de brigadistas enfrentam desafios práticos de combate a incêndios, abandono da área e primeiros socorros. Os campos de provas práticas são frequentemente vistoriados pelos bombeiros.

Como está o Mercado de Trabalho?

Toda edificação precisa manter, de acordo com a legislação, uma brigada de incêndio. Sem isto, o Corpo de Bombeiros não fornece o auto de vistoria (AVCB). O documento certifica que o prédio possui as condições de segurança contra incêndios, considerando questões estruturais, técnicas e operacionais, para garantir a segurança de moradores, funcionários e visitantes.

As empresas precisam contar com brigadistas capacitados, segundo normas da Associação Brasileira de Normas Técnicas e do Corpo de Bombeiros do Estado. Atualmente, as seguradoras exigem o cumprimento desta regra por ocasião da contratação de uma apólice.


Gostou? Compartilhe nas redes sociais :)

Cursos Gratuitos

Um comentário em “Curso de Brigadista: O que é, o que faz, quanto ganha?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *