Como Investir no Tesouro Direto – Passo a Passo

O Tesouro Direto é um programa implementado desde o ano de 2002 pelo Tesouro Nacional, juntamente com a Companhia Brasileira de Liquidação e Custódia – a CBLC, com o propósito de popularizar o acesso ao investimento em títulos públicos, o que possibilitou que eles fossem comprados por pessoas físicas, inclusive pela rede virtual.

Desse modo, os títulos públicos federais são aqueles créditos enviados pelo Tesouro Nacional em formato eletrônico ao público.

Há três aspectos fundamentais que envolvem o funcionamento dos títulos públicos, para que o cidadão comum perca o medo de fazer um bom investimento. Atualmente, com a elevação da taxa Selic, os títulos públicos do Tesouro Direto têm ficado cada vez mais atraentes e trazido remunerações mais vantajosas.



como aplicar no tesouro direto

Vale a Pena Investir em Tesouro Direto?

Nesse contexto, alguns investidores iniciais já podem comprar seus títulos públicos com menos resistência, a fim de se familiarizar com esse tipo de operação. A compra de qualquer título do Tesouro Nacional prescinde da abertura de uma conta em um dos bancos que estejam habilitados a oferecer o Tesouro Direto, que é uma plataforma online através da qual são negociados os títulos públicos, os chamados agentes de custódia.

Depois da realização de um cadastro, o investidor recebe uma senha para se ter acesso ao sistema do Tesouro Direto, com isso, se pode fazer a compra dos títulos por conta própria no endereço virtual do Tesouro Direto, por exemplo.

Bancos grandes e conhecidos são a priori habilitados a oferecer títulos do TD (Tesouro Direto), fazendo essa prática através das corretoras, assim, é preciso que o investidor faça um cadastro na corretora do banco.

Embora essas corretoras cobrem taxas de administração que variam de 0% a 2% ao ano. Por exemplo, quando se investe dez mil reais com a taxa Selic aos 10,75% ao ano, ao final de um ano, esse investidor teria 10.833 reais, caso não fosse cobrada a taxa de administração. Assim, o custo poderá influenciar no rendimento final, de modo que as corretoras que não cobram taxas são as mais recomendadas.

tesouro direto

Sobre isso, no próprio site do Tesouro Direto é possível é possível consultar o rol das taxas cobradas em cada instituição. Confira em: http://www3.tesouro.gov.br/tesouro_direto/consulta_titulos_novosite/consulta_ranking.asp

Quanto Investir no Tesouro Direto?

A quantidade mínima de compra de qualquer título do Tesouro Direto é de 0,1 do título seus 10 por cento, podendo comprar múltiplos de 0,1, por exemplo, 0,4 título ou 0,5 título, de modo que a parcela não seja menos do que 30 reais, o limite mínimo de investimento.

O investimento mínimo em Tesouro Direto só poderá ser inferior a 10% do título, se o investidor escolher a compra programada, podendo comprar a partir de 1% de cada título, desde que seja respeitado o limite mínimo de 30 reais.


Gostou? Compartilhe nas redes sociais :)

Cursos Gratuitos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *