Como Fazer um Relatório – Exemplos de Relatórios

É um texto feito por quem analisou um tema específico. Saiba como fazer um relatório.

O que você busca?

  • Como fazer um relatório de visita
  • Como fazer um relatório técnico
  • Como fazer relatório de estágio
  • Como fazer relatório de visita técnica
  • Como fazer um bom relatório
  • Como fazer um relatório de atividades

Um relatório pode ser uma tarefa de escola, uma atividade profissional ou mesmo o registro pessoal de experiências, viagens, etc. (neste caso, é um relatório feito para si mesmo). O importante é ter clareza e concisão. Afinal, as informações serão utilizadas por terceiros – seja a avaliação de um professor, seja o desdobramento do trabalho; por exemplo, um consultor de vendas pode sondar determinada região para conhecer a demanda específica, e é seu relatório que determinará as ações comerciais.



como fazer relatório

Como Fazer um Relatório corretamente

Cada empresa (ou escola) emprega metodologia própria para fazer relatórios, mas em geral eles são divididos nas seguintes partes:

a) cabeçalho: informa o assunto do relatório, uma panorâmica dos temas que serão abordados, o nome do redator, data e local em que a análise foi realizada e os possíveis destinatários;

b) sumário ou índice: detalha mais profundamente os tópicos do relatório e, caso este seja mais extenso, as páginas em que cada assunto está contemplado;

c) introdução: indica o método utilizado na análise e coleta dos dados contidos no relatório, relaciona informações acessórias que podem facilitar a compreensão do documento e apresenta os objetivos;

d) desenvolvimento: é a apresentação do relatório em si: apresenta os fatos pesquisados, correlaciona estes fatos com informações pertinentes, como tendências atuais, para um levantamento sobre eventos festivos, ou a contextualização, no caso de um relatório sobre um livro do período romântico ou naturalista (século XIX). Neste caso, é preciso justificar as atitudes das personagens de acordo com os costumes da época;

e) conclusão: serve para reforçar os principais pontos abordados no relatório e justificar a avaliação final, como sugerir determinadas ações e fazer a avaliação final. Deve ser um texto objetivo, em que não cabem expressões como “eu acho” ou “em minha opinião”. Os dados coletados devem servir para traçar as próximas ações (ou, no caso de uma tarefa escolar, para avaliar o caráter e as ações do enredo).

fazer relatório

O que Evitar em um Relatório

Como foi visto, o texto de um relatório segue um roteiro. Não é necessário que seja seguido à risca, mas o erro mais comum é antecipar etapas – por exemplo, alongando-se no cabeçalho ou na introdução. Isto provoca a dispersão do leitor.

Um relatório é um documento formal em qualquer situação; mesmo que seja transmitido por e-mail, deve-se usar linguagem correta, sem familiaridades e, se o destinatário for público leigo, os termos técnicos precisam ser evitados – ou “traduzidos”, para melhor entendimento do leitor. Abreviações, como “vc” e “tb”, estão proibidas.

Um relatório de prospecção sempre traz novidades para os destinatários, mas o tom do texto não pode deixar transparecer que o redator “sabe tudo”, é o “dono da verdade”. A linguagem deve ser simples, direta. Da mesma forma, é preciso fugir das informações acessórias desnecessárias. Novamente, isto dispersa a atenção do leitor e, em alguns casos, pode até irritá-lo.


Gostou? Compartilhe nas redes sociais :)

Cursos Gratuitos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *