Centro de Solidariedade ao Trabalhador – Como Funciona?

Para quem mora na cidade de São Paulo e está em busca de uma recolocação no mercado de trabalho, um caminho para se conseguir o emprego desejado é se inscrevendo no Centro de Solidariedade ao Trabalhador, mais conhecido também como CST.

O CST foi criado no ano de 1998 com o intuito de oferecer apoio ao trabalhador que busca uma oportunidade no mercado de trabalho. De sua criação até os dias atuais, já são mais de dez anos, o que fez com que o Centro de Solidariedade ao Trabalhador fosse considerado a maior agência de empregos gratuita da América Latina e o que é mais interessante é que o CST foi pioneiro aqui em nosso país, o Brasil.

A função dessa agência de empregos gratuita é de fazer o “confronto” de dados, buscando profissionais qualificados para diferentes vagas, bem como empresas que possuam vagas diversas para preenchimento.



Centro de Solidariedade ao Trabalhador

trabalhador

O Centro de Solidariedade ao Trabalhador oferece esses serviços de forma gratuita e disponibiliza de site e telefones para que você, independente de ser trabalhador ou empresa, extraía todas as suas dúvidas.

Até os dias de hoje, o CST já realizou cerca de 13 milhões de atendimento e recolocou por alto, 700 mil colaboradores no mercado de trabalho. Contudo, esse serviço só foi e é possível ser realizado devido a demanda por parte das empresas e dos trabalhadores, uma vez que o banco de dados da agência possui 10 mil empresas cadastradas e mais de 2 milhões de trabalhadores cadastrados.

Talvez você esteja se perguntando se esse é um serviço válido apenas para os moradores da cidade de São Paulo e respondemos para você que não, já que o CST tem uma intermediação com outro projeto denominado de “Mais Emprego”, do Ministério do Trabalho e Emprego. Com isso, o CST fica ligado para o Brasil todo, podendo os interessados se inscrever pelo site da instituição.

Aliás, através do cadastro no site, você pode verificar as atualizações de vagas, uma vez que as mesmas são modificadas diariamente. Então, caso você queira se inscrever no CST, saiba que esse é um método ou então, você pode se dirigir até uma das unidades do Centro de Solidariedade ao Trabalhador, cujos endereços disponibilizaremos a seguir para você.

É importante ressaltar que para fazer a sua inscrição, você precisará portar alguns documentos, tais como, RG, carteira de trabalho e CPF. Veja abaixo os endereços das quatro unidades em São Paulo, capital.

  • CST – Liberdade: Rua Galvão Bueno, 782.
  • CST – Santo Amaro: Rua Barão do Rio Branco, 864.
  • CST- Capão Redondo: Estrada de Itapecerica, 3770.
  • CST – Pirituba: Avenida Cabo Adão Pereira, 387.

O atendimento de todas as unidades é feito de segunda a sexta-feira e no horário das 7h às 16h. Vale ressaltar que as quatro unidades juntas são capazes de atender cerca de 4500 trabalhadores por dia.

Saiba também que semanalmente são divulgadas muitas oportunidades de trabalho e para vagas diversas, tais como:

  • Motorista;
  • Vigilante;
  • Ajudante de cozinha;
  • Ajudante de açougueiro;
  • Empregado doméstico;
  • Oficial de serviços gerais, entre outras oportunidades.

Os salários referentes a essas oportunidades variam de R$ 622 a R$ 1500 e são destinadas a trabalhadores com ensino fundamental completo.

No site do Centro de Solidariedade ao Trabalhador, cujo acesso deve ser feito pelo seguinte endereço eletrônico www.cst.org.br/portal, você poderá obter mais informações a respeito do assunto em questão. Às empresas, um número de telefone específico: (11) 3347-4000.

Aos trabalhadores, recoloquem-se no mercado de trabalho através do apoio ao trabalhador que o CST fornece e as empresas que precisam de profissionais, não deixem de utilizar os serviços dessa instituição.


Gostou? Compartilhe nas redes sociais :)

Cursos Gratuitos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *