Biologia ou Biotecnologia: Qual a Diferença?

Biologia é a ciência pura; Biotecnologia, a ciência aplicada. O candidato deve checar seus interesses para escolher a carreira.

A Biologia abre as portas para a pesquisa e para a docência. É um amplo campo de atuação – em escolas, hospitais, indústrias de aparelhos médicos e veterinários, centros de reprodução assistida – que pode ser ampliado com pós-graduação em Biomedicina, Gerenciamento Costeiro, Engenharia Genética, Microbiologia, Oceanografia, Zoologia, Botânica, Biotecnologia, etc.

A Biologia é a ciência que tem por objeto o estudo de todas as formas de vida: a própria palavra, que vem do grego, significa “ciência da vida”. O biólogo pesquisa o funcionamento dinâmico dos organismos, desde a sua estrutura molecular (estudada pela Bioquímica, a Biologia Molecular e a Genética Molecular) até o nível populacional e de interação entre os espécimes (inclusive o homem). Fazem parte do campo da Biologia também a Ecologia e as experiências genéticas, inclusive com células-tronco.



biologia ou biotecnologia

Biologia ou Biotecnologia

Especialmente para quem é apaixonado por lecionar ou pretende seguir a carreira acadêmica, é melhor escolher Biologia. Se o estudante se interessar pelo campo de atuação da Biotecnologia (a aplicação de princípios de química e engenharia, além de instrumentos de informática e estatística, à Biologia), deve de se preparar para participar de tarefas de pesquisa e desenvolvimento, tais como, por exemplo, o melhoramento genético de plantas e animais, ou o controle de microrganismos, ampliação da segurança e higiene em indústrias farmacêuticas e de alimentos. As características principais deste profissional são curiosidade, persistência, iniciativa e capacidade para trabalhar em equipe.

A Biotecnologia é a aplicação de conhecimentos (e também a produção de novos conhecimentos) nas áreas química, biológica, ambiental e de alimentos. Visando a resultados práticos. São especializações desta área de estudos:

· meio ambiente: o trabalho engloba a recuperação de regiões degradadas. Existe também a pesquisa para potencializar os resultados obtidos na agropecuária (por exemplo, ocupando espaços menores para as criações);

· indústria de alimentos: o bacharel ou tecnólogo em Biotecnologia pesquisa a ampliação da produção e do tempo de validade, faz análises laboratoriais de matéria-prima e do produto final e pode coordenar diretamente as linhas de produção de mantimentos e bebidas;

· saúde: o profissional estuda vírus, fungos e bactérias causadores de doenças humanas, de animais e vegetais, visando à produção de vacinas ou de defensivos para controle das pragas; muitos organismos geneticamente modificados tiveram, em sua criação, a participação de biotecnólogos;

· agronegócio: aqui, ele atua junto a fazendas, para controlar a saúde dos animais e plantas, selecionar as espécies mais resistentes, auxiliar no controle de pragas e aumentar a produtividade de matrizes e de plantações.

Ao contrário da Biologia, os profissionais de Biotecnologia podem optar por cursos de bacharelado ou de graduação tecnológica. Na segunda opção, o curso é mais objetivo e focado em apenas uma especialização da carreira. Muitas vezes, estes dois profissionais trabalham lado a lado.


Gostou? Compartilhe nas redes sociais :)

Cursos Gratuitos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *