Analista de Logística: O que Faz e Qual o Salário?

Armazenamento, transporte e distribuição de produtos: estas são as principais atividades do analista de Logística.

É um profissional que está presente na indústria, comércio, serviços e agronegócio. Muitas instituições de ensino superior conferem o certificado de analista de Logística logo após a conclusão do 1º ano da graduação tecnológica em Logística; uma vez encerrado o curso, o tecnólogo está apto a assumir cargos de gerência.

Analista de Logística

As escolas também oferecem cursos técnicos (de nível médio) em Logística. Os egressos assumem as funções de auxiliares e assistentes na área, que engloba a compra de matéria prima e sua distribuição e remessa para os diferentes setores produtivos. Pode atuar também no almoxarifado, expedição, controladoria e coordenação, sob a orientação dos supervisores.



O analista de Logística, com o 1º ano da faculdade concluído, pode exercer atividades mais complexas e, por isto, mais bem remuneradas. A carreira engloba a identificação de fornecedores (com os melhores preços, prazos de pagamento e condições de pagamento), a melhor opção para o transporte para distribuidores ou para o consumidor final, responsabiliza-se pelos fretes e embalagens mais adequadas para preservar o produto.

É o responsável, ainda, pelo acompanhamento de pedidos (por meio de sistemas informatizados) e pela reposição dos estoques, sem prejuízo de continuidade das atividades da empresa. Os prazos são muito importantes e precisam ser respeitados, especialmente quando há utilização de produtos perecíveis. O analista de Logística (bem como o tecnólogo) precisa também adotar as medidas necessárias para o transporte de combustíveis e de material tóxico.

Mais recentemente, surgiu o conceito de logística reversa, área que cuida do descarte de material potencialmente contaminante – como baterias, fontes de radiação, etc. – sem prejuízos para o meio ambiente, nem para a população local.

analista de logística

Carreira de Analista de Logística

Todos estes profissionais, do técnico ao tecnólogo em Logística, agregam valor aos produtos e serviços prestados, seja reduzindo custos, seja otimizando prazos para as diversas fases do trabalho. Por isto, são muito requisitados pelos contratantes.

A rigor, os serviços de logística sempre foram muito requisitados. O artesão que compra linhas, tece redes e as vende em feiras ou de porta em porta, para mais uma vez usar o faturamento para a aquisição de matéria prima e custear suas despesas pessoais e familiares está se responsabilizando por diversas funções do setor.

No entanto, a existência de um profissional especializado em logística é relativamente nova e, desta forma, existe escassez de mão de obra. Analistas e tecnólogos em logística com conhecimentos de tecnologia da informação, gestão financeira e gestão de projetos são ainda mais requisitados, o que determina a necessidade permanente de atualização e especialização.

O domínio de outros idiomas é fundamental para o trabalho com movimentação de cargas, transporte, armazenamento e gerenciamento da cadeia de suprimentos com outros países.

Os grandes centros urbanos do país concentram as melhores oportunidades. As regiões Norte e Nordeste apresentam boas perspectivas, mas a infraestrutura do país precisa superar os muitos gargalos para que a produção possa escoar, por exemplo, através dos portos de Belém (PA) e Recife (PE).

+ Leia também: Cursos Tecnológicos Ganham Espaço no Mercado de Trabalho

Quanto Ganha?

Um analista em Logística recebe cerca de R$ 1.500 iniciais; um tecnólogo, R$ 2.100. Nos cargos de chefia, os salários nas grandes empresas podem ultrapassar os R$ 8.000 mensais.


Gostou? Compartilhe nas redes sociais :)

Cursos Gratuitos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *